Normas do comitê: CB-004: MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MECÂNICOS com a palavra-chave:DESENHO

5 registro(s) encontrado(s) em 0,159 segundos.

Cotagem em desenho técnico - Procedimento
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBR10126 de 11/1987 - Cotagem em desenho técnico - Procedimento

Esta Norma fixa os princípios gerais de cotagem a serem aplicados em todos os desenhos técnicos.

Tolerâncias geométricas - Tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento - Generalidades, símbolos, definições e indicações em desenho
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBR6409 de 05/1997 - Tolerâncias geométricas - Tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento - Generalidades, símbolos, definições e indicações em desenho

Esta Norma estabelece os princípios gerais para indicação das tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento, e ainda, as definições geométricas apropriadas.

Tolerâncias gerais - Parte 1: Tolerâncias para dimensões lineares e angulares sem indicação de tolerância individual
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO2768-1 de 02/2001 - Tolerâncias gerais - Parte 1: Tolerâncias para dimensões lineares e angulares sem indicação de tolerância individual

Esta parte da NBRISO2768 tem como objetivo simplificar as indicações em desenhos e especificar tolerâncias gerais para dimensões lineares e angulares sem indicação individual de tolerância.

Tolerâncias geométricas - Requisitos de máximo e requisitos de mínimo material
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBR14646 de 03/2001 - Tolerâncias geométricas - Requisitos de máximo e requisitos de mínimo material

Esta Norma define e descreve o princípio de máximo material e especifica sua aplicação. A utilização do princípio de máximo material facilita a fabricação sem prejuízo da intercambiabilidade onde há uma dependência mútua de dimensão e geometria.

Tolerâncias gerais - Parte 2: Tolerâncias geométricas para elementos sem indicação de tolerância individual
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO2768-2 de 02/2001 - Tolerâncias gerais - Parte 2: Tolerâncias geométricas para elementos sem indicação de tolerância individual

Tem por objetivo simplificar as indicações em desenhos e especificar tolerâncias geométricas gerais para controlar aqueles elementos nos desenhos que não tenham indicação individual de tolerância. Ela especifica tolerâncias geométricas gerais para três...

Cotagem em desenho técnico - Procedimento

NBR10126 de 11/1987 - Cotagem em desenho técnico - Procedimento

  • Esta Norma fixa os princípios gerais de cotagem a serem aplicados em todos os desenhos técnicos. Cotagem em desenho técnico - Procedimento
Norma Brasileira
Tolerâncias geométricas - Tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento - Generalidades, símbolos, definições e indicações em desenho

NBR6409 de 05/1997 - Tolerâncias geométricas - Tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento - Generalidades, símbolos, definições e indicações em desenho

  • Esta Norma estabelece os princípios gerais para indicação das tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento, e ainda, as definições geométricas apropriadas. Tolerâncias geométricas - Tolerâncias de forma, orientação, posição e batimento - Generalidades, símbolos, definições e indicações em desenho
Norma Brasileira
Tolerâncias gerais - Parte 1: Tolerâncias para dimensões lineares e angulares sem indicação de tolerância individual

NBRISO2768-1 de 02/2001 - Tolerâncias gerais - Parte 1: Tolerâncias para dimensões lineares e angulares sem indicação de tolerância individual

  • Esta parte da NBRISO2768 tem como objetivo simplificar as indicações em desenhos e especificar tolerâncias gerais para dimensões lineares e angulares sem indicação individual de tolerância. Tolerâncias gerais - Parte 1: Tolerâncias para dimensões lineares e angulares sem indicação de tolerância individual
Norma Brasileira
Tolerâncias geométricas - Requisitos de máximo e requisitos de mínimo material

NBR14646 de 03/2001 - Tolerâncias geométricas - Requisitos de máximo e requisitos de mínimo material

  • Esta Norma define e descreve o princípio de máximo material e especifica sua aplicação. A utilização do princípio de máximo material facilita a fabricação sem prejuízo da intercambiabilidade onde há uma dependência mútua de dimensão e geometria. Tolerâncias geométricas - Requisitos de máximo e requisitos de mínimo material
Norma Brasileira
Tolerâncias gerais - Parte 2: Tolerâncias geométricas para elementos sem indicação de tolerância individual

NBRISO2768-2 de 02/2001 - Tolerâncias gerais - Parte 2: Tolerâncias geométricas para elementos sem indicação de tolerância individual

  • Tem por objetivo simplificar as indicações em desenhos e especificar tolerâncias geométricas gerais para controlar aqueles elementos nos desenhos que não tenham indicação individual de tolerância. Ela especifica tolerâncias geométricas gerais para três... Tolerâncias gerais - Parte 2: Tolerâncias geométricas para elementos sem indicação de tolerância individual
Norma Brasileira