Normas do comitê: CB-026: ODONTO-MÉDICO-HOSPITALAR com a palavra-chave:EQUIPAMENTO ELETROMÉDICO

56 registro(s) encontrado(s) em 0,295 segundos.

Equipamento eletromédico - Parte 1: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial

Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMA EM.

Equipamento eletromédico - Parte 1-2: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Perturbações eletromagnéticas — Requisitos e ensaios
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1-2 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-2: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Perturbações eletromagnéticas — Requisitos e ensaios

Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMAS EM.

Equipamento eletromédico - Parte 2-52: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das camas hospitalares
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-52 de 03/2020 - Equipamento eletromédico - Parte 2-52: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das camas hospitalares

O objetivo desta Norma Particular é estabelecer os requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL de CAMAS HOSPITALARES, da forma defi nida em 201.3.212.

Equipamento eletromédico - Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO80601-2-12 de 12/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos

Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos VENTILADORES, em combinação com seus ACESSÓRIOS, doravante denominados EQUIPAMENTOEM: - destinado a ser atendido por um OPERADOR professional para aqueles PACIENTES que são dependentes da venti...

Equipamento eletromédico - Parte 2-61: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos para oximetria de pulso
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO80601-2-61 de 02/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-61: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos para oximetria de pulso

Este documento se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS DE OXIMETRIA DE PULSO destinados à utilização em humanos, daqui em diante referidos como EQUIPAMENTOS EM. Isso inclui quaisquer partes necessárias para a UTILIZAÇÃO N...

Equipamento eletromédico - Parte 2-24: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de bombas de infusão e de controladores de infusão
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-24 de 09/2015 - Equipamento eletromédico - Parte 2-24: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de bombas de infusão e de controladores de infusão

Esta Norma Particular aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial das bombas de infusão e dos controladores de infusão volumétricos, doravante denominados equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-27: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de monitoração eletrocardiográfica
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-27 de 12/2013 - Equipamento eletromédico - Parte 2-27: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de monitoração eletrocardiográfica

Esta Norma Particular se aplica à segurança básica e ao desempenho essencial de equipamento de monitoração eletrocardiográfica (ECG), da forma definida em 201.3.63, doravante também denominados equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de eletrocardiógrafos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-25 de 11/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de eletrocardiógrafos

Esta Norma Particular aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos eletrocardiógrafos, da forma definida em 201.3.63, destinados a serem utilizados sozinhos ou como parte de um sistema em, para a produção de relatórios do ecg para objetiv...

Equipamento eletromédico - Parte 1-8: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial - Norma colateral: Requisitos gerais, ensaios e diretrizes para sistemas de alarme em equipamentos eletromédicos e sistemas eletromédicos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1-8 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-8: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial - Norma colateral: Requisitos gerais, ensaios e diretrizes para sistemas de alarme em equipamentos eletromédicos e sistemas eletromédicos

Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMA EM. Especifica os requisitos para os SINAIS DE ALARME e os SISTEMAS DE ALARMES n...

Equipamento eletromédico - Parte 2-4: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de desfibriladores cardíacos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-4 de 03/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-4: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de desfibriladores cardíacos

Esta Norma aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos desfibriladores cardíacos, doravante denominados equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-62: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de equipamentos de ultrassom terapêutico de alta intensidade (HITU)
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-62 de 10/2015 - Equipamento eletromédico - Parte 2-62: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de equipamentos de ultrassom terapêutico de alta intensidade (HITU)

Esta Norma aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos de ultrassim terapêutico de alta intensidade, da forma definida em 201.3.218, doravante denominados equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-55: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de monitores de gás respiratório
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO80601-2-55 de 08/2020 - Equipamento eletromédico - Parte 2-55: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de monitores de gás respiratório

Este documento especifica requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de um monitor de gás respiratório (MGR), doravante referido como equipamento em, destinado à operação contínua para utilização com um paciente.

Equipamento eletromédico - Parte 2-22: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-22 de 10/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-22: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico

É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico, destinado à utilização em humanos ou animais classificado como PRODUTO A LASER CLASSE 3B ou CLASSE 4, da forma def...

Equipamento eletromédico - Parte 2-2: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos cirúrgicos de alta frequência e acessórios cirúrgicos de alta frequência
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-2 de 03/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-2: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos cirúrgicos de alta frequência e acessórios cirúrgicos de alta frequência

Esta Parte da NBRIEC60601 é aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS CIRÚRGICOS DE AF e ACESSÓRIOS CIRÚRGICOS DE AF, conforme definido em 201.3.224 e 201.3.223.

Equipamento eletromédico - Parte 2-10: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de estimuladores de nervos e músculos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-10 de 06/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-10: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de estimuladores de nervos e músculos

Especifica os requisitos para a segurança de ESTIMULADORES de nervos e músculos,definidos na subseção 201.3.204, para utilização na prática da medicina física, doravante denominados EQUIPAMENTOS EM. Ela inclui ESTIMULADORES de nervos elétricos transcut...

Equipamento eletromédico - Parte 2-56: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de termômetros clínicos para medição de temperatura corporal
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO80601-2-56 de 04/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-56: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de termômetros clínicos para medição de temperatura corporal

Este documento se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de um TERMÔMETRO CLÍNICO em combinação com seus ACESSÓRIOS, deste ponto em diante referido como EQUIPAMENTO EM. Este documento especifica os requisitos gerais e técnicos para TERMÔME...

Equipamento eletromédico - Parte 2-30: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados não invasivos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC80601-2-30 de 12/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 2-30: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados não invasivos

Esta parte da Norma 80601 é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados, doravante denominados equipamento em, os quais, por meio de uma braçadeira inflável, são usados para estimativa indireta não contínua...

Equipamento eletromédico - Parte 2-19: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-19 de 07/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-19: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos

Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos, da forma definida em 201.3.209 desta Norma, também referidas como equipamento em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-60: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos odontológicos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC80601-2-60 de 08/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 2-60: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos odontológicos

Esta Parte da NBRIEC80601 aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de UNIDADES DENTAIS, CADEIRAS ODONTOLÓGICAS DE PACIENTES, PEÇAS DE MÃO ODONTOLÓGICAS e REFLETORES ODONTOLÓGICOS, referidos a partir daqui como EQUIPAMENTO ODONTOLÓGICO.

Equipamento eletromédico - Parte 1-10: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para o desenvolvimento de controladores fisiológicos em malha fechada
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1-10 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-10: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para o desenvolvimento de controladores fisiológicos em malha fechada

aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTOS EM e SISTEMAS EM.

Equipamento eletromédico - Parte 2-18: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos endoscópicos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-18 de 04/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-18: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos endoscópicos

Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamnetos endoscópios, junto com suas condições de interconexão e condições de interface.

Equipamento eletromédico - Parte 2-41: Requisitos particulares para segurança básica e o desempenho essencial das luminárias cirúrgicas e das luminárias para diagnóstico
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-41 de 10/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-41: Requisitos particulares para segurança básica e o desempenho essencial das luminárias cirúrgicas e das luminárias para diagnóstico

É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL das LUMINÁRIAS CIRÚRGICAS e das LUMINÁRIAS PARA DIAGNÓSTICO, daqui por diante denominadasEQUIPAMENTOS EM. O objetivo desta Norma é estabelecer requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o D...

Equipamento eletromédico - Parte 1-9: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para um projeto eco-responsável
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1-9 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-9: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para um projeto eco-responsável

Esta Norma aplica-se à redução dos impactos ambientais adversos causados pelos equipamentos eletromédicos, a partir daqui referenciados como equipamento EM.

Equipamento eletromédico - Parte 2-50: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de fototerapia para recém-nascido
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-50 de 08/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-50: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de fototerapia para recém-nascido

Aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL do EQUIPAMENTO DE FOTOTERAPIA PARA RECÉM-NASCIDO, da forma definida em 201.3.203 desta norma, também referido como EQUIPAMENTO EM.

Equipamento eletromédico - Parte 2-47: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de sistemas eletrocardiográficos ambulatoriais
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-47 de 12/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-47: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de sistemas eletrocardiográficos ambulatoriais

Esta Norma aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos SISTEMAS ELETROCARDIOGRÁFICOS AMBULATORIAIS, doravante denominados SISTEMAS EM.Se uma seção ou uma subseção é especificamente destinada a ser aplicável aos EQUIPAMENTOS EM apenas ou ...

Equipamento eletromédico - Parte 2-34: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-34 de 09/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-34: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea

Esta Norma Particular se aplica à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea, da forma definida em 201.3.63, doravante denominados equipamento em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-37: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico por ultrassom
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-37 de 01/2016 - Equipamento eletromédico - Parte 2-37: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico por ultrassom

Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos de diagnóstico por ultrassom, da forma definida em 201.3.217, daqui por diante denominados equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-16: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de hemodiálise, hemodiafiltração e hemofiltração
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-16 de 05/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-16: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de hemodiálise, hemodiafiltração e hemofiltração

Esta parte da IEC 60601 se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTO DE HEMODIÁLISE, HEMODIAFILTRAÇÃO e HEMOFILTRAÇÃO, doravante denominado como EQUIPAMENTO DE HEMODIÁLISE.

Equipamento de infusão para uso médico - Parte 8: Equipos de infusão para uso com bombas de infusão
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRISO8536-8 de 09/2012 - Equipamento de infusão para uso médico - Parte 8: Equipos de infusão para uso com bombas de infusão

A Parte 8 da NBRISO8536 fornece aos usuários informações sobre equipos de infusãoestéreis para uso único com bombas de infusão até a pressão máxima de 200 kPa (2 bar).

Equipamento eletromédico - Parte 2 - Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização automática e cíclica da pressão sangüínea indireta (não invasiva)
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-30 de 11/1997 - Equipamento eletromédico - Parte 2 - Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização automática e cíclica da pressão sangüínea indireta (não invasiva)

Aplica-se ao EQUIPAMENTO PARA MONITORIZAÇ+O AUTOMATICA E CICLICA DA PRESS+O SANGUINEA INDIRETA. Não se aplica a equipamentos de mecição de pressão sangüínea que utilizam transdutores de dedo ou a equiapemtnso de medição semi-automática da pressão sangü...

Equipamento eletromédico - Parte 2-21: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-21 de 07/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-21: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos

Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos, da forma definida em 201.3.204 desta Norma, também referidas como equipamentos em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-31: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos marca-passos cardíacos externos com alimentação elétrica interna
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-31 de 05/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-31: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos marca-passos cardíacos externos com alimentação elétrica interna

É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dosMARCA-PASSOS EXTERNOS alimentados por uma FONTE DE ALIMENTAÇÃO ELÉTRICAINTERNA, daqui por diante denominados EQUIPAMEN TOS EM. É aplicável aos CABOS DE PACIENTE da forma definida em 201.3.109,...

Equipamento eletromédico - Parte 1-3: Requisitos gerais para segurança e desempenho essencial - Norma Colateral: Proteção contra radiação em equipamentos para radiodiagnóstico
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-1-3 de 08/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 1-3: Requisitos gerais para segurança e desempenho essencial - Norma Colateral: Proteção contra radiação em equipamentos para radiodiagnóstico

Esta Norma aplica-se à segurança básica e desempenho essencial dos equipamentos eletromédicos e dos sistemas eletromédicos, a partir daqui referenciados como equipamentos em e sistemas em.

Equipamento eletromédico - Parte 2-45: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de raios X para mamografia e dos dispositivos de estereotaxia mamográfica
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-45 de 05/2017 - Equipamento eletromédico - Parte 2-45: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de raios X para mamografia e dos dispositivos de estereotaxia mamográfica

Os objetivos desta Norma Particular são estabelecer os requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL DOS EQUIPAMENTOS DE RAIOS X PARA MAMOGRAFIA e DISPOSITIVOS DE ESTEREOTAXIA MAMOGRÁFICA, garantir a segurança, especifi car m...

Equipamento eletromédico - Parte 2-1: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos aceleradores de elétrons na faixa de 1 MeV a 50 MeV - VÁLIDA A PARTIR DE 01/01/2015
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-1 de 04/2011 - Equipamento eletromédico - Parte 2-1: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos aceleradores de elétrons na faixa de 1 MeV a 50 MeV - VÁLIDA A PARTIR DE 01/01/2015

Esta Norma se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos ACELERADORES DE ELÉTRONS, daqui por diante denominados EQUIPAMENTOS EM, na faixa de 1 MeV a 50 MeV, utilizada para tratamento de PACIENTES.

Equipamento eletromédico - Parte 2-3: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de terapia por ondas curtas
Vigente
add_shopping_cart
star_border
NBRIEC60601-2-3 de 06/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-3: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de terapia por ondas curtas

Esta Norma Particular especifica os requisitos para a segurança dos EQUIPAMENTOS DE TERAPIA POR ONDAS CURTAS, doravante denominados EQUIPAMENTOS EM, da forma definida em 201.3.206. Os EQUIPAMENTOS DE BAIXA POTÊNCIA, da forma definida em 201.3.202, são ...

Equipamento eletromédico - Parte 1: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial

NBRIEC60601-1 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial

  • Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMA EM. Equipamento eletromédico - Parte 1: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 1-2: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Perturbações eletromagnéticas — Requisitos e ensaios

NBRIEC60601-1-2 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-2: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Perturbações eletromagnéticas — Requisitos e ensaios

  • Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMAS EM. Equipamento eletromédico - Parte 1-2: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Perturbações eletromagnéticas — Requisitos e ensaios
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-52: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das camas hospitalares

NBRIEC60601-2-52 de 03/2020 - Equipamento eletromédico - Parte 2-52: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das camas hospitalares

  • O objetivo desta Norma Particular é estabelecer os requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL de CAMAS HOSPITALARES, da forma defi nida em 201.3.212. Equipamento eletromédico - Parte 2-52: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das camas hospitalares
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos

NBRISO80601-2-12 de 12/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos

  • Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos VENTILADORES, em combinação com seus ACESSÓRIOS, doravante denominados EQUIPAMENTOEM: - destinado a ser atendido por um OPERADOR professional para aqueles PACIENTES que são dependentes da venti... Equipamento eletromédico - Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-61: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos para oximetria de pulso

NBRISO80601-2-61 de 02/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-61: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos para oximetria de pulso

  • Este documento se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS DE OXIMETRIA DE PULSO destinados à utilização em humanos, daqui em diante referidos como EQUIPAMENTOS EM. Isso inclui quaisquer partes necessárias para a UTILIZAÇÃO N... Equipamento eletromédico - Parte 2-61: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos para oximetria de pulso
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-24: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de bombas de infusão e de controladores de infusão

NBRIEC60601-2-24 de 09/2015 - Equipamento eletromédico - Parte 2-24: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de bombas de infusão e de controladores de infusão

  • Esta Norma Particular aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial das bombas de infusão e dos controladores de infusão volumétricos, doravante denominados equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-24: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de bombas de infusão e de controladores de infusão
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-27: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de monitoração eletrocardiográfica

NBRIEC60601-2-27 de 12/2013 - Equipamento eletromédico - Parte 2-27: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de monitoração eletrocardiográfica

  • Esta Norma Particular se aplica à segurança básica e ao desempenho essencial de equipamento de monitoração eletrocardiográfica (ECG), da forma definida em 201.3.63, doravante também denominados equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-27: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de monitoração eletrocardiográfica
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de eletrocardiógrafos

NBRIEC60601-2-25 de 11/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de eletrocardiógrafos

  • Esta Norma Particular aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos eletrocardiógrafos, da forma definida em 201.3.63, destinados a serem utilizados sozinhos ou como parte de um sistema em, para a produção de relatórios do ecg para objetiv... Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de eletrocardiógrafos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 1-8: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial - Norma colateral: Requisitos gerais, ensaios e diretrizes para sistemas de alarme em equipamentos eletromédicos e sistemas eletromédicos

NBRIEC60601-1-8 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-8: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial - Norma colateral: Requisitos gerais, ensaios e diretrizes para sistemas de alarme em equipamentos eletromédicos e sistemas eletromédicos

  • Aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTO EM e SISTEMA EM. Especifica os requisitos para os SINAIS DE ALARME e os SISTEMAS DE ALARMES n... Equipamento eletromédico - Parte 1-8: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial - Norma colateral: Requisitos gerais, ensaios e diretrizes para sistemas de alarme em equipamentos eletromédicos e sistemas eletromédicos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-4: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de desfibriladores cardíacos

NBRIEC60601-2-4 de 03/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-4: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de desfibriladores cardíacos

  • Esta Norma aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos desfibriladores cardíacos, doravante denominados equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-4: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de desfibriladores cardíacos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-62: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de equipamentos de ultrassom terapêutico de alta intensidade (HITU)

NBRIEC60601-2-62 de 10/2015 - Equipamento eletromédico - Parte 2-62: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de equipamentos de ultrassom terapêutico de alta intensidade (HITU)

  • Esta Norma aplica-se à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos de ultrassim terapêutico de alta intensidade, da forma definida em 201.3.218, doravante denominados equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-62: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de equipamentos de ultrassom terapêutico de alta intensidade (HITU)
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-55: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de monitores de gás respiratório

NBRISO80601-2-55 de 08/2020 - Equipamento eletromédico - Parte 2-55: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de monitores de gás respiratório

  • Este documento especifica requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de um monitor de gás respiratório (MGR), doravante referido como equipamento em, destinado à operação contínua para utilização com um paciente. Equipamento eletromédico - Parte 2-55: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de monitores de gás respiratório
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-22: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico

NBRIEC60601-2-22 de 10/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-22: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico

  • É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico, destinado à utilização em humanos ou animais classificado como PRODUTO A LASER CLASSE 3B ou CLASSE 4, da forma def... Equipamento eletromédico - Parte 2-22: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de equipamento a laser para cirurgias, uso cosmético, terapêutico e diagnóstico
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-2: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos cirúrgicos de alta frequência e acessórios cirúrgicos de alta frequência

NBRIEC60601-2-2 de 03/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-2: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos cirúrgicos de alta frequência e acessórios cirúrgicos de alta frequência

  • Esta Parte da NBRIEC60601 é aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTOS CIRÚRGICOS DE AF e ACESSÓRIOS CIRÚRGICOS DE AF, conforme definido em 201.3.224 e 201.3.223. Equipamento eletromédico - Parte 2-2: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos cirúrgicos de alta frequência e acessórios cirúrgicos de alta frequência
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-10: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de estimuladores de nervos e músculos

NBRIEC60601-2-10 de 06/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-10: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de estimuladores de nervos e músculos

  • Especifica os requisitos para a segurança de ESTIMULADORES de nervos e músculos,definidos na subseção 201.3.204, para utilização na prática da medicina física, doravante denominados EQUIPAMENTOS EM. Ela inclui ESTIMULADORES de nervos elétricos transcut... Equipamento eletromédico - Parte 2-10: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de estimuladores de nervos e músculos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-56: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de termômetros clínicos para medição de temperatura corporal

NBRISO80601-2-56 de 04/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-56: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de termômetros clínicos para medição de temperatura corporal

  • Este documento se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de um TERMÔMETRO CLÍNICO em combinação com seus ACESSÓRIOS, deste ponto em diante referido como EQUIPAMENTO EM. Este documento especifica os requisitos gerais e técnicos para TERMÔME... Equipamento eletromédico - Parte 2-56: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de termômetros clínicos para medição de temperatura corporal
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-30: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados não invasivos

NBRIEC80601-2-30 de 12/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 2-30: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados não invasivos

  • Esta parte da Norma 80601 é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados, doravante denominados equipamento em, os quais, por meio de uma braçadeira inflável, são usados para estimativa indireta não contínua... Equipamento eletromédico - Parte 2-30: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de esfigmomanômetros automatizados não invasivos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-19: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos

NBRIEC60601-2-19 de 07/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-19: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos

  • Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos, da forma definida em 201.3.209 desta Norma, também referidas como equipamento em. Equipamento eletromédico - Parte 2-19: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial das incubadoras para recém-nascidos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-60: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos odontológicos

NBRIEC80601-2-60 de 08/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 2-60: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos odontológicos

  • Esta Parte da NBRIEC80601 aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL de UNIDADES DENTAIS, CADEIRAS ODONTOLÓGICAS DE PACIENTES, PEÇAS DE MÃO ODONTOLÓGICAS e REFLETORES ODONTOLÓGICOS, referidos a partir daqui como EQUIPAMENTO ODONTOLÓGICO. Equipamento eletromédico - Parte 2-60: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos odontológicos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 1-10: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para o desenvolvimento de controladores fisiológicos em malha fechada

NBRIEC60601-1-10 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-10: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para o desenvolvimento de controladores fisiológicos em malha fechada

  • aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL dos EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS e dos SISTEMAS ELETROMÉDICOS, a partir daqui referenciados como EQUIPAMENTOS EM e SISTEMAS EM. Equipamento eletromédico - Parte 1-10: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para o desenvolvimento de controladores fisiológicos em malha fechada
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-18: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos endoscópicos

NBRIEC60601-2-18 de 04/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-18: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos endoscópicos

  • Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamnetos endoscópios, junto com suas condições de interconexão e condições de interface. Equipamento eletromédico - Parte 2-18: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos endoscópicos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-41: Requisitos particulares para segurança básica e o desempenho essencial das luminárias cirúrgicas e das luminárias para diagnóstico

NBRIEC60601-2-41 de 10/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-41: Requisitos particulares para segurança básica e o desempenho essencial das luminárias cirúrgicas e das luminárias para diagnóstico

  • É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL das LUMINÁRIAS CIRÚRGICAS e das LUMINÁRIAS PARA DIAGNÓSTICO, daqui por diante denominadasEQUIPAMENTOS EM. O objetivo desta Norma é estabelecer requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o D... Equipamento eletromédico - Parte 2-41: Requisitos particulares para segurança básica e o desempenho essencial das luminárias cirúrgicas e das luminárias para diagnóstico
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 1-9: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para um projeto eco-responsável

NBRIEC60601-1-9 de 01/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 1-9: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para um projeto eco-responsável

  • Esta Norma aplica-se à redução dos impactos ambientais adversos causados pelos equipamentos eletromédicos, a partir daqui referenciados como equipamento EM. Equipamento eletromédico - Parte 1-9: Requisitos gerais para segurança básica e desempenho essencial — Norma Colateral: Requisitos para um projeto eco-responsável
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-50: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de fototerapia para recém-nascido

NBRIEC60601-2-50 de 08/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-50: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de fototerapia para recém-nascido

  • Aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL do EQUIPAMENTO DE FOTOTERAPIA PARA RECÉM-NASCIDO, da forma definida em 201.3.203 desta norma, também referido como EQUIPAMENTO EM. Equipamento eletromédico - Parte 2-50: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de fototerapia para recém-nascido
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-47: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de sistemas eletrocardiográficos ambulatoriais

NBRIEC60601-2-47 de 12/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-47: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de sistemas eletrocardiográficos ambulatoriais

  • Esta Norma aplica-se à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos SISTEMAS ELETROCARDIOGRÁFICOS AMBULATORIAIS, doravante denominados SISTEMAS EM.Se uma seção ou uma subseção é especificamente destinada a ser aplicável aos EQUIPAMENTOS EM apenas ou ... Equipamento eletromédico - Parte 2-47: Requisitos particulares para a segurança básica e desempenho essencial de sistemas eletrocardiográficos ambulatoriais
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-34: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea

NBRIEC60601-2-34 de 09/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-34: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea

  • Esta Norma Particular se aplica à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea, da forma definida em 201.3.63, doravante denominados equipamento em. Equipamento eletromédico - Parte 2-34: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos invasivos de monitoração da pressão sanguínea
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-37: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico por ultrassom

NBRIEC60601-2-37 de 01/2016 - Equipamento eletromédico - Parte 2-37: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico por ultrassom

  • Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial dos equipamentos de diagnóstico por ultrassom, da forma definida em 201.3.217, daqui por diante denominados equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-37: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico por ultrassom
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-16: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de hemodiálise, hemodiafiltração e hemofiltração

NBRIEC60601-2-16 de 05/2022 - Equipamento eletromédico - Parte 2-16: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de hemodiálise, hemodiafiltração e hemofiltração

  • Esta parte da IEC 60601 se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e DESEMPENHO ESSENCIAL de EQUIPAMENTO DE HEMODIÁLISE, HEMODIAFILTRAÇÃO e HEMOFILTRAÇÃO, doravante denominado como EQUIPAMENTO DE HEMODIÁLISE. Equipamento eletromédico - Parte 2-16: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de hemodiálise, hemodiafiltração e hemofiltração
Norma Brasileira
Equipamento de infusão para uso médico - Parte 8: Equipos de infusão para uso com bombas de infusão

NBRISO8536-8 de 09/2012 - Equipamento de infusão para uso médico - Parte 8: Equipos de infusão para uso com bombas de infusão

  • A Parte 8 da NBRISO8536 fornece aos usuários informações sobre equipos de infusãoestéreis para uso único com bombas de infusão até a pressão máxima de 200 kPa (2 bar). Equipamento de infusão para uso médico - Parte 8: Equipos de infusão para uso com bombas de infusão
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2 - Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização automática e cíclica da pressão sangüínea indireta (não invasiva)

NBRIEC60601-2-30 de 11/1997 - Equipamento eletromédico - Parte 2 - Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização automática e cíclica da pressão sangüínea indireta (não invasiva)

  • Aplica-se ao EQUIPAMENTO PARA MONITORIZAÇ+O AUTOMATICA E CICLICA DA PRESS+O SANGUINEA INDIRETA. Não se aplica a equipamentos de mecição de pressão sangüínea que utilizam transdutores de dedo ou a equiapemtnso de medição semi-automática da pressão sangü... Equipamento eletromédico - Parte 2 - Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização automática e cíclica da pressão sangüínea indireta (não invasiva)
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-21: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos

NBRIEC60601-2-21 de 07/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-21: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos

  • Esta Norma é aplicável à segurança básica e ao desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos, da forma definida em 201.3.204 desta Norma, também referidas como equipamentos em. Equipamento eletromédico - Parte 2-21: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de aquecedores radiantes para recém-nascidos
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-31: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos marca-passos cardíacos externos com alimentação elétrica interna

NBRIEC60601-2-31 de 05/2014 - Equipamento eletromédico - Parte 2-31: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos marca-passos cardíacos externos com alimentação elétrica interna

  • É aplicável à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dosMARCA-PASSOS EXTERNOS alimentados por uma FONTE DE ALIMENTAÇÃO ELÉTRICAINTERNA, daqui por diante denominados EQUIPAMEN TOS EM. É aplicável aos CABOS DE PACIENTE da forma definida em 201.3.109,... Equipamento eletromédico - Parte 2-31: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos marca-passos cardíacos externos com alimentação elétrica interna
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 1-3: Requisitos gerais para segurança e desempenho essencial - Norma Colateral: Proteção contra radiação em equipamentos para radiodiagnóstico

NBRIEC60601-1-3 de 08/2021 - Equipamento eletromédico - Parte 1-3: Requisitos gerais para segurança e desempenho essencial - Norma Colateral: Proteção contra radiação em equipamentos para radiodiagnóstico

  • Esta Norma aplica-se à segurança básica e desempenho essencial dos equipamentos eletromédicos e dos sistemas eletromédicos, a partir daqui referenciados como equipamentos em e sistemas em. Equipamento eletromédico - Parte 1-3: Requisitos gerais para segurança e desempenho essencial - Norma Colateral: Proteção contra radiação em equipamentos para radiodiagnóstico
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-45: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de raios X para mamografia e dos dispositivos de estereotaxia mamográfica

NBRIEC60601-2-45 de 05/2017 - Equipamento eletromédico - Parte 2-45: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de raios X para mamografia e dos dispositivos de estereotaxia mamográfica

  • Os objetivos desta Norma Particular são estabelecer os requisitos particulares para a SEGURANÇA BÁSICA e o DESEMPENHO ESSENCIAL DOS EQUIPAMENTOS DE RAIOS X PARA MAMOGRAFIA e DISPOSITIVOS DE ESTEREOTAXIA MAMOGRÁFICA, garantir a segurança, especifi car m... Equipamento eletromédico - Parte 2-45: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos equipamentos de raios X para mamografia e dos dispositivos de estereotaxia mamográfica
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-1: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos aceleradores de elétrons na faixa de 1 MeV a 50 MeV - VÁLIDA A PARTIR DE 01/01/2015

NBRIEC60601-2-1 de 04/2011 - Equipamento eletromédico - Parte 2-1: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos aceleradores de elétrons na faixa de 1 MeV a 50 MeV - VÁLIDA A PARTIR DE 01/01/2015

  • Esta Norma se aplica à SEGURANÇA BÁSICA e ao DESEMPENHO ESSENCIAL dos ACELERADORES DE ELÉTRONS, daqui por diante denominados EQUIPAMENTOS EM, na faixa de 1 MeV a 50 MeV, utilizada para tratamento de PACIENTES. Equipamento eletromédico - Parte 2-1: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial dos aceleradores de elétrons na faixa de 1 MeV a 50 MeV - VÁLIDA A PARTIR DE 01/01/2015
Norma Brasileira
Equipamento eletromédico - Parte 2-3: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de terapia por ondas curtas

NBRIEC60601-2-3 de 06/2019 - Equipamento eletromédico - Parte 2-3: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de terapia por ondas curtas

  • Esta Norma Particular especifica os requisitos para a segurança dos EQUIPAMENTOS DE TERAPIA POR ONDAS CURTAS, doravante denominados EQUIPAMENTOS EM, da forma definida em 201.3.206. Os EQUIPAMENTOS DE BAIXA POTÊNCIA, da forma definida em 201.3.202, são ... Equipamento eletromédico - Parte 2-3: Requisitos particulares para segurança básica e desempenho essencial de equipamentos de terapia por ondas curtas
Norma Brasileira